O primeiro post

archispeak+website+banner+dark1

Como um ouvinte de podcast assíduo, sempre fui um entusiasta dessa mídia. Seja por diversão ou por informação, minhas idas e vindas do trabalho e meus dias na frente do computador passavam mais rápido. Por ironia do destino, acabei indo trabalhar mais perto dos meus antigos amigos e com algo que sempre esteve nos meus planos: voltar a lecionar. Isso me deu oportunidade de voltar aos livros, às conversas sobre a profissão e a pensar na vida acadêmica como um projeto pessoal.

Numas das inúmeras conversas com o Rapha, perguntei se ele não toparia embarcar num projeto de um podcast de arquitetura. Por coincidência, ele teve a mesma ideia. A gente enxergava que existia um nicho de informação pouco explorada pelos arquitetos e que fazer um Podcast que falasse de arquitetura e de cidade (não só para um público de estudantes e profissionais mas também para um público minimamente interessado) poderia ser uma forma de alcançar mais gente e aumentar o debate, que muitas vezes ficava só nas nossas mesas de trabalho ou na reunião de professores.

Viabilizar o projeto não foi fácil. Gravamos um piloto há um ano atrás mas nunca tínhamos tempo pra editar ou colocar outras ideias em prática. Então mais um convite foi feito pra que o peso ficasse menor e a discussão ganhasse mais um ponto de vista. A Renata, no meio das 74 coisas que faz todo dia, topou o desafio. E hoje cá estamos, depois de um ano, colocando nosso projeto na rua.

Desde a primeira ideia até hoje, o panorama dos podcasts no Brasil não mudou muito, a não ser por algo que estava diretamente relacionado a nós: vimos outros podcasts de arquitetura aparecerem e que tiveram o mesmo olhar atento que tivemos na época. Mas não achamos a “concorrência” ruim, pelo contrário. Acho que quanto mais debatermos nossa profissão e como ela afeta não só nós profissionais mas também pessoas comuns vamos conseguir evoluir enquanto profissionais e enquanto cidadãos. Porque entendemos que esse projeto não é só nosso.

Convidamos a todos vocês a ouvirem o que temos a dizer. E estamos de braços abertos para ouvir a todos a respeito desse trabalho. E, mais do que isso, chamo vocês para colaborarem com o que estamos produzindo, com vocês e para vocês. Ao Rapha e a Renata, meus amigos e confidentes, que essa nossa nova empreitada seja, pelo menos, divertida!


murf
Autor: Adilson Amaral

Adilson Amaral Written by:

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *