Arquicast 104 – Rino Levi

Clique aqui e entre em nosso grupo no Whatsapp | Plano emergencia IABsp COVID-19 | Urbanistas contra o Corona Vírus

O Arquicast #104 aproveita a oportunidade trazida por lançamentos de interesse na área de Arquitetura para conversar sobre o arquiteto e urbanista paulistano Rino Levi. Apesar do momento conturbado em que vivemos, este início de ano trouxe duas ótimas iniciativas: o relançamento do livro “Rino Levi, arquitetura e cidade”, esgotado há mais de 10 anos e novamente editado pela Romano Guerra Editora; e a Ocupação Rino Levi, parte do projeto Ocupação, do Instituto Itaú Cultural, que visa a preservação da memória artística a partir do diálogo entre diferentes gerações.

Os convidados não poderiam ser mais apropriados. Dois estudiosos da área de arquitetura e urbanismo, historiadores e personagens fundamentais na valorização e difusão do trabalho de Rino para além de São Paulo e para o público mais jovem. Conversamos com os arquitetos Renato Anelli, doutor e professor da USP/São Carlos,  e Abílio Guerra, doutor, professor da FAU Mackenzie e editor do site Vitrúvius. Ambos responsáveis pela publicação do livro, junto com o fotógrafo Nelson Kon, outra autoridade na área.

Com trabalhos menos conhecidos que outros arquitetos modernistas de sua geração, por razões várias que foram abordadas neste bate-papo, Rino Levi foi figura central na consolidação do Movimento Moderno no Brasil ainda nos seus primórdios. Assim como Gregori Warchavchik, se forma no exterior e traz ao país pensamentos e práticas que ajudaram a inculcar o desejo por uma arquitetura nascente, consoante com as vanguardas europeias, porém com personalidade própria, moldada in loco.

Suas realizações, mais do que teóricas, advém de sua constante prática do projeto: uma carreira brilhante e muito produtiva à frente do escritório Rino Levi Associados, registrada em várias obras emblemáticas que conjugam inovações técnicas e soluções originais, num contexto de expansão urbana vertical da cidade de São Paulo entre os anos 30-40. Neste sentido, Rino Levi ajudou a construir a imagem cosmopolita da cidade através de seus projetos. Vários elementos e estratégias espaciais tornaram-se característicos de seus projetos, como pátios internos associados à jardins e aos espaços interiores. Alguns autores remetem tais estratégias à sua formação italiana, conduzindo o jogo volumétrico de forma dinâmica, porém austera.

Outro marco de sua trajetória  e um exemplo de seu pensamento sobre o urbano foi o projeto proposto para o “Concurso Nacional do Plano Piloto para a Nova Capital do Brasil”, em 1956, no qual obteve o 3o lugar e onde faz “uma experimentação da escala de desafios colocados pela cidade de São Paulo num projeto de cidade”. Por fim, foi um importante articulador na regulamentação da profissão de arquiteto urbanista no Brasil, ajudando a pensar essa atividade no país.


Referências e Comentados no episódio:


Acesse o site do evento: https://www.uia2020rio.archi/

Em breve mais notícias da parceria Arquicast+ UIA2020!


Comentários, críticas, sugestões ou só um alô mamãe para contato@arquicast.com


Assine o feed: iTunes | Android | Feed


Siga nosso canal no YouTube


Mande um salve em nosso Whatsapp: (32) 98428-9877 | Clique aqui e entre no grupo!


 

 

 

 

 

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *