Arquicast 210 – Praças e Parques Urbanos

  • Falar de qualidade de vida nas cidades envolve, na maioria dos casos, incluir aqueles espaços mais ligados à natureza e a um clima mais ameno. As praças e parques urbanos ganharam importância ao longo dos anos, bem como tiveram muita atenção na pandemia, onde a saúde física e mental foram fundamentais. Com esses locais cada[...]
Siga o Arquicast:

Em mais um episódio sobre qualidade de vida e conexão com a natureza, o Arquicast explora um tema que se tornou ainda mais relevante nos últimos tempos: as áreas livres públicas nas cidades, com foco nos preciosos espaços verdes e revitalizantes, as parques e praças urbanas. Em um mundo cada vez mais urbano, a busca por lugares de conexão com a natureza se tornou essencial. A discussão é enriquecida por dois convidados especiais: Luciana Jesus, arquiteta urbanista e professora da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), e Klaus Chaves Alberto, doutor em urbanismo e pesquisador no campo da saúde, bem-estar e qualidade de vida da Universidade Federal de Juiz de Fora.

Ao longo da história, os agrupamentos humanos ecoaram a necessidade de envolvimento com a natureza em ambientes urbanos, da ágora grega às praças de comércio medievais, dos grandes bulevares aos parques urbanos que buscavam higienizar a cidade.  Os parques e praças, nas últimas décadas, evoluíram para atender às necessidades em constante mudança das cidades modernas, oferecendo locais de lazer, convivência e cultura em um ambiente cada vez mais hostil para a contemplação e o bem estar das pessoas nas áreas urbanas.

A importância da amplitude sensorial trazida por esses lugares foi debatida no episódio, como a possibilidade de ouvir sons naturais, e até mesmo a vez das pessoas que estão mais próximas de você, além da possibilidade de sentir o vento passar e assim possibilitar que a sensação térmica seja mais agradável e contrastante com o ambiente impermeabilizado da cidade. A influência dos arquitetos, paisagistas e urbanistas na criação desses espaços vitais também foi relatada, indagando sobre qual seria o papel desses profissionais na concepção e desenvolvimento dos parques, unindo criatividade, funcionalidade e sustentabilidade.

Além disso, uma discussão sobre qual poderia ser a formação adequada para essa demanda, que inclui o envolvimento do profissional com a comunidade, considerando as necessidades e aspirações dos residentes, sem deixar de articular com a técnica, sobretudo, na etapa de diagnóstico e entendimento do local. De fato, não é uma tarefa fácil equilibrar a visão artística com as limitações da infraestrutura urbana existente nas cidades brasileiras. O fenômeno da urbanização não planejada deixou uma ampla lacuna nas cidades na medida em que elas são carentes desses espaços acessíveis e conservados. Ainda, a relevância da sustentabilidade e da inclusão nos projetos urbanos, advindas das mudanças climáticas, demandam novas estratégias de preservação dessas áreas verdes e o aprimoramento da gestão de recursos para sua manutenção ou criação. 

Quer saber mais sobre esse assunto? Não deixe de ouvir o episódio, pois exploramos a evolução histórica, o papel dos profissionais e os desafios enfrentados na criação desses espaços essenciais para o bem-estar da sociedade.

Artigos recomendados:
  • “Praças Urbanas: reflexões e recomendações para planejamento e projeto” | link
  • “Praças de Juiz de Fora: catálogo de espaços públicos, 2020” | link
  • “Sons na praça urbana: influências qualitativas na vida dos usuários” | link
  • “Espaços livres públicos e qualidade de vida: evidências do protocolo WHOQOL-BREF” | link
  • “Paisagem e Inclusão” | link
  • “Virtus.lab” | link
  • “Espaços livres de uso público no contexto da segurança urbana” | link
  • “Qualidade socioambiental de praças: indicadores de Conforto e Imagem” | link
Dicas:
  • Livro “A vida secreta das árvores: O que elas sentem e como se comunicam – As descobertas de um mundo oculto” | link
  • Perfil br.explora do Instagram: https://www.instagram.com/br.explora/
  • Livro: “Praças Urbanas: reflexões e recomendações para planejamento e projeto” link
 

Participantes

Adilson Amaral

Adilson Amaral

Co-fundador do ARQUICAST, o Podcast de Arquitetura e Urbanismo. Arquiteto e mestre em Urbanismo pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Atua como professor do Centro Universitário UniAcademia e como arquiteto autônomo na cidade de Juiz de Fora, Minas Gerais. Com experiência nas áreas de projeto de arquitetura e ArchViz (Visualização Arquitetônica), viu no podcast uma ferramenta poderosa na discussão e compartilhamento de conhecimento na área, para alcançar profissionais e curiosos sobre arquitetura e espaço urbano.

Maressa Fonseca

Maressa Fonseca

Arquiteta urbanista (Universidade Federal de Viçosa, 2013), mestra em Arquitetura e Urbanismo (PPGAU-UFV, 2017) e doutora pelo Programa de Pós-Graduação em Economia Doméstica da UFV (ingresso em 2018), na linha de pesquisa Trabalho, Consumo e Cultura. Desde 2020 é docente no Centro Universitário de Viçosa (Univiçosa) atuando nas áreas de História da Arquitetura e do Urbanismo e Projeto Arquitetônico. Iniciou sua experiência docente durante o mestrado, atuando como Monitora II em disciplinas Projeto Arquitetônico e Representação Gráfica. Em 2015 foi aprovada em concurso público para atuar como professora substituta junto ao Departamento de Arquitetura e Urbanismo da UFV, lecionando disciplinas de História e Teoria da Arquitetura e do Urbanismo, Traçado de Cidades e Representação Gráfica. Atua como arquiteta autônoma e professora universitária. Seus principais interesses de pesquisa são: teoria e história da arquitetura e do urbanismo, projeto de habitação, habitação de interesse social, pedagogia e metodologias de projeto arquitetônico e planejamento urbano.

Klaus Chaves Alberto

Klaus Chaves Alberto

Klaus Chaves Alberto é arquiteto urbanista, doutor em urbanismo pelo PROURB da UFRJ, professor pela UFJF e pesquisador no núcleo de pesquisa Virtus.lab no campo da saúde, bem-estar e qualidade de vida.

Luciana Jesus

Luciana Jesus

Luciana Jesus, arquiteta urbanista, doutora pela Universidade do Minho em Portugal, professora da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), líder do grupo de pesquisa Paisagem Urbana e Inclusão e desenvolve pesquisa com ênfase na qualidade socioambiental dos espaços livres e eficiência energética do ambiente construído.

Deixe um comentário

  Esse é o Arquicast 224, e o episódio de hoje fala do sonho de muita gente que se forma em arquitetura e urbanismo que…

Arquicast 224 – Pritzker 2024: Riken Yamamoto A arquitetura contemporânea está em constante busca por inovação e relevância social, nesse contexto, o arquiteto japonês Riken…

Imagine-se vagando pelas ruas encantadoras de Paris, imerso em uma paleta de cores vibrantes e narrativas poéticas. Este é o universo visualmente deslumbrante de “O…