Arquicast Especial – Prêmio de Arquitetura Instituto Tomie Ohtake Akzonobel

    Siga o Arquicast:

    O Prêmio de Arquitetura Instituto Tomie Ohtake Akznobel chega a sua 8ª edição! Evento já tradicional no calendário dos profissionais da área, a premiação é voltada a arquitetos e arquitetas que tenham obras construídas nos últimos 10 anos e busca reconhecer as produções arquitetônicas que sejam referência na cena contemporânea brasileira. Além disso, o prêmio promove ações educativas que são um diferencial importante no nosso campo. A premiação é apresentada pelo Ministério do Turismo, pela Secretaria Especial da Cultura, pela AkzoNobel e pelo Instituto Tomie Ohtake.

    Para aprofundarmos um pouco sobre todo o processo de construção deste belo projeto, convidamos Agata Takiya, arquiteta e coordenadora das Premiações do ITO; o arquiteto Diego Mauro, membro da equipe de curadoria do instituto e jurado na 7ª e 8ª edições; e a arquiteta Cíntia Lins, do escritório Lins Arquitetos, premiada na 7ª edição e, hoje, parte integrante do júri.

    Como descrito no site do Instituto, um dos objetivos da premiação, e em acordo com os valores e propósitos do ITO, é mapear a produção arquitetônica contemporânea, contribuindo para a divulgação de projetos que se destacam pelo comprometimento com a cultura local, a sustentabilidade e com a criatividade na proposição de ideias, desenvolvimento projetual e soluções construtivas. Este mapeamento, de fato, auxilia na estruturação de uma visão mais plural dos profissionais, e de suas obras, que caracterizam os diferentes contextos de um Brasil heterogêneo e cada vez mais urbano.

    Participar da premiação envolve muito mais que submeter o projeto a um júri qualificado. Significa ter a chance de fazer parte de um universo abrangente de ações, no intuito de democratizar o acesso a arte e as práticas culturais voltadas à transformação de nossa sociedade.  E isso é a mais pura verdade! Os contemplados pela premiação são convidados a participar de uma exposição no Instituto, que contempla de forma equilibrada as diferentes intervenções, além de terem seus trabalhos divulgados em um catálogo que, por si só, vale a inscrição. É uma obra de referência para quem deseja ter uma amostra da produção arquitetônica nacional, para além dos tradicionais veículos de divulgação da área.

    Aliás, este é um dos diferenciais do prêmio: valorizar projetos que não se pautam especificamente pela escala, localidade ou programa. A diversidade é o foco, assim como o próprio conceito de arquitetura e sua relação com o tempo e o espaço. A linha tênue entre edificação, objeto artístico e intervenção é assumida como possibilidade para novas percepções sobre o ato de construir, como fica claro nos exemplos dos anos anteriores.

    Para conhecer mais sobre o prêmio e todas as suas nuances, acesse aqui: https://www.institutotomieohtake.org.br/premios/premio_arquitetura_instituto_tomie_ohtake_akzonobel

    Ótimo cast e até a próxima!


     

     


    UIA2021 + Arquicast | parceiro oficial de mídia:

    Acesse o site do evento aqui


    Clique aqui e entre em nosso canal no Telegram!


    Clique aqui e entre em no grupo Oficina do Arquicast no Whatsapp (grupo limitado)!


    Siga nosso canal no YouTube



    Comentários, críticas, sugestões: contato@arquicast.com


    Assine o feed: iTunes | Android | Feed

    Deixe um comentário

    Hoje voltamos em um assunto que foi pauta recente por aqui. Retomamos o tema do episódio 214, sobre ambientes de trabalho em arquitetura, já que…

    Em mais um episódio de entrevista, o Arquicast recebe a ilustre arquiteta Fernanda Marques. Formada pela FAU USP, Fernanda faz questão de desenvolver seus projetos…

    Hoje vamos falar sobre um tema que tem circulado entre os profissionais arquitetos nos últimos anos, principalmente através das redes sociais. Muita gente ainda tem…